Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
Resultados 11 a 14 de 14

Tópico: Uruguai 10/2018

  1. #11
    Piloto Nível 2
    Avatar de nicobico
    Data de Ingresso
    Feb 2014
    Nome Real
    Nicobico
    Localização
    Rio Grande do Sul
    Moto
    R1200GS Sport Triple Black 2012
    Posts
    203
    Post Thanks / Like
    Peso da Avaliação
    5
    Estive por aquelas bandas orientales há pouco. Recomendo!

    - Cabo Polônio. Chegue cedo e passe um dia por lá. É necessário deixar a moto no estacionamento da entrada do parque e ir de caminhão 6x6. Muito divertido!

    - Pilote sempre com o tanque cheio. Não é raro rodar 50, 70 ou até mesmo 120 km sem encontrar um mísero posto de combustível sequer.

    - Pague as refeições sempre com cartão de crédito para ganhar na hora o reembolso do IVA deles. Pagando com cash, é o preço cheio.

    - Usei cash somente para o combustível. O resto praticamente tudo com cartão de crédito. Troque seus reais ou dólares em qualquer banco oficial. Não troque na fronteira porque a cotação não será tão boa.

    - Os restaurantes te apresentam a conta em "uruguaios", argentinos, Reais, Dólar e Euros. kkkk

    - Cuidado em Montevideo. Muita roubalheira por lá. Nós deixamos as motos no hotel e rodamos a cidade de Uber. Custa uma mixaria por lá e é muito seguro.

    - Em Punta del Este tem um restaurante muito legal chamado Charrua, bem em frente ao Cassino Conrad. Comida deliciosa e preço ótimo!

    - Colônia del Sacramento merece uma visita de no mínimo 3 ou 4 dias. É sensacional!

    - Caso esteja com a patroa e tenha uns trocados sobrando, fique duas noites no Hotel Termas de Arapey, em Arapey. Um resort all inclusive que é tudo de bom!

    - Cuidado para chegar em Arapey. Não tem posto de combustível por lá. No máximo, um sujeito que tem uma borracharia que vende combustível em garrafas PET para quem está com o tanque vazio. O posto mais próximo fica em Salto, cerca de 100 km dali.

    - Eu sugiro entrar por Chuí e voltar por Jaguarão, ou vice-versa. Apenas muito cuidado com a Ruta 26, pois tem trechos que são uma absoluta merda e outros lisinhos como um tapete de veludo. Entre Salto e Melo existe trechos de 100 km sem nenhum posto de combustível. Cuidado.

    - A lei exige que motociclista e carona usem colete refletivo 100% do tempo de pilotagem. Já ouvi brasileiros dizerem que não usaram e nada aconteceu. Eu não vi nenhum motociclista uruguaio pilotar sem um desses, mesmo que dos mais ruins e baratos. Por via das dúvidas, só rodamos com coletes bem chamativos. Talvez por isso a polícia olhava para nós e nem dava atenção. Em 2000 km dentro do Uruguai, não fomos parados nenhuma vez.

    - Não esqueçam da Carta Verde (seguro). Para nós foi solicitado na fronteira. Levei o passaporte e o trâmite para entrar e sair foi mais rápido do que quem estava com carteira de identidade (RG). Atenção: a carteira não pode ser antiga e precisa estar em bom estado.

    - SEGURO! Não vão para lá sem um SEGURO DE ACIDENTES. O seu seguro de vida e acidentes do Brasil não tem validade por lá. Nem a Unimed. Portanto, se por uma infelicidade ocorrer um sinistro, quem não tem seguro tá ferrado! (lembram da história do guri que viajou para o Chile de moto e num acidente quebrou as duas pernas?...) Um seguro completo de viagem para 15 dias e com tudo incluido custa em torno de R$ 250,00

    - Boa viagem!

  2. #12
    Moderador
    Avatar de Rromagnani
    Data de Ingresso
    Jan 2015
    Nome Real
    Roberto Romagnani
    Localização
    São Paulo
    Moto
    BMW R1200GS Adventure
    Posts
    2.219
    Post Thanks / Like
    Peso da Avaliação
    10
    Belo tutorial! Obrigado pelas informações!


    Enviado do meu iPad usando Tapatalk Pro

  3. #13
    Nível GS 2

    Avatar de sal silva
    Data de Ingresso
    Jul 2012
    Nome Real
    The last rebel
    Localização
    Santos
    Moto
    R1200gs LC ADV e NX 350 Sahara
    Posts
    8.960
    Post Thanks / Like
    Peso da Avaliação
    33

    Citação Postado originalmente por nicobico Ver Post
    Estive por aquelas bandas orientales há pouco. Recomendo!

    - Cabo Polônio. Chegue cedo e passe um dia por lá. É necessário deixar a moto no estacionamento da entrada do parque e ir de caminhão 6x6. Muito divertido!

    - Pilote sempre com o tanque cheio. Não é raro rodar 50, 70 ou até mesmo 120 km sem encontrar um mísero posto de combustível sequer.

    - Pague as refeições sempre com cartão de crédito para ganhar na hora o reembolso do IVA deles. Pagando com cash, é o preço cheio.

    - Usei cash somente para o combustível. O resto praticamente tudo com cartão de crédito. Troque seus reais ou dólares em qualquer banco oficial. Não troque na fronteira porque a cotação não será tão boa.

    - Os restaurantes te apresentam a conta em "uruguaios", argentinos, Reais, Dólar e Euros. kkkk

    - Cuidado em Montevideo. Muita roubalheira por lá. Nós deixamos as motos no hotel e rodamos a cidade de Uber. Custa uma mixaria por lá e é muito seguro.

    - Em Punta del Este tem um restaurante muito legal chamado Charrua, bem em frente ao Cassino Conrad. Comida deliciosa e preço ótimo!

    - Colônia del Sacramento merece uma visita de no mínimo 3 ou 4 dias. É sensacional!

    - Caso esteja com a patroa e tenha uns trocados sobrando, fique duas noites no Hotel Termas de Arapey, em Arapey. Um resort all inclusive que é tudo de bom!

    - Cuidado para chegar em Arapey. Não tem posto de combustível por lá. No máximo, um sujeito que tem uma borracharia que vende combustível em garrafas PET para quem está com o tanque vazio. O posto mais próximo fica em Salto, cerca de 100 km dali.

    - Eu sugiro entrar por Chuí e voltar por Jaguarão, ou vice-versa. Apenas muito cuidado com a Ruta 26, pois tem trechos que são uma absoluta merda e outros lisinhos como um tapete de veludo. Entre Salto e Melo existe trechos de 100 km sem nenhum posto de combustível. Cuidado.

    - A lei exige que motociclista e carona usem colete refletivo 100% do tempo de pilotagem. Já ouvi brasileiros dizerem que não usaram e nada aconteceu. Eu não vi nenhum motociclista uruguaio pilotar sem um desses, mesmo que dos mais ruins e baratos. Por via das dúvidas, só rodamos com coletes bem chamativos. Talvez por isso a polícia olhava para nós e nem dava atenção. Em 2000 km dentro do Uruguai, não fomos parados nenhuma vez.

    - Não esqueçam da Carta Verde (seguro). Para nós foi solicitado na fronteira. Levei o passaporte e o trâmite para entrar e sair foi mais rápido do que quem estava com carteira de identidade (RG). Atenção: a carteira não pode ser antiga e precisa estar em bom estado.

    - SEGURO! Não vão para lá sem um SEGURO DE ACIDENTES. O seu seguro de vida e acidentes do Brasil não tem validade por lá. Nem a Unimed. Portanto, se por uma infelicidade ocorrer um sinistro, quem não tem seguro tá ferrado! (lembram da história do guri que viajou para o Chile de moto e num acidente quebrou as duas pernas?...) Um seguro completo de viagem para 15 dias e com tudo incluido custa em torno de R$ 250,00

    - Boa viagem!
    Muito bom,deu até vontade de voltar para o Uruguay
    Gian Sussa, the real last rebel.

    https://www.youtube.com/watch?v=_uwkiHXwhc8

  4. #14
    Piloto Nível 5


    Data de Ingresso
    Jul 2014
    Nome Real
    Luiz Claudio Cerqueira da Silva
    Localização
    são bernardo do campo - SP
    Moto
    gs 1200 R
    Posts
    1.299
    Post Thanks / Like
    Peso da Avaliação
    11
    Ótimas dicas...brigadão!!

    Abçs
    Luiz

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
Sobre o Forum
O forum foi criado em maio de 2012, e se chamava BMW F800GS após um encontro de em Monte Verde MG, o forum começou a se tornar popular.
Completando 01 ano de forum, o forum mudou de nome e se tornou o BMW GS BRASIL devido ao grande numero de usuarios com diversas motos BMW.
Hoje o forum BMW GS BRASIL é o maior forum de BMW do Brasil, temos mais de 4 milhões de acessos, e um conteúdo rico de muita informação!
Seja bem vindo!
Ajude
Ajude manter o forum, faça uma doação!